Novos tempos e novo caráter

IBFTO 4 de junho de 2014 0
Novos tempos e novo caráter

A conduta de vocês entre os pagãos deve ser boa. (1Pe 2.12)

Nossa conduta deve ser boa entre os pagãos. Quem são os pagãos? É dito que o pagão é qualquer pecador não batizado na fé cristã ou até mesmo uma criança nascida em lar cristão e que ainda não foi submetida ao batismo. No sentido mais bíblico, pagão é sinônimo de não judeu e não cristão. Para simplificar, o pagão é o pecador não convertido, aquele que chamamos de incrédulo ou descrente, por não crer, em última análise, no sacrifício vicário de Jesus.

O bom comportamento deve ser só entre os pagãos? É claro que não. O bom comportamento deve ser também entre os crentes, no âmbito da família e no âmbito da igreja. Um cristão não pode escandalizar uma criança, um irmão na fé, uma pessoa que está sendo evangelizada. O bom comportamento exigido dos cristãos é entre os seus semelhantes de modo geral.

A conduta do crente deve ser boa, exemplar e coerente com o que ele crê e prega; deve ser positiva, convincente e atraente. Maior número de pecadores se converte por causa do estilo de vida do crente do que pelo anúncio verbal do evangelho.

Mesmo em meio aos desejos carnais, à atração mundana e ao ataque das potestades do ar, o cristão precisa manter o seu bom nome para confundir e afastar aqueles que o caluniam. A maior arma contra a calúnia não é a defesa própria nem o ataque ao caluniador. É o argumento da vida exemplar observada pelo caluniador e pelas testemunhas. Os incrédulos ainda vão se curvar diante do nome de Jesus, mas também ficarão envergonhados de suas calúnias contra os crentes no dia da visita de Deus.

– Devo viver de modo exemplar para calar os opositores e glorificar a Jesus Cristo!

Retirado de Refeições Diárias com os Discípulos. Editora Ultimato.

Deixe seu Comentário »