Jesus e o desaparecimento de seu corpo

IBFTO 19 de abril de 2014 0
Jesus e o desaparecimento de seu corpo

E os guardas tremeram espavoridos e ficaram como se estivessem mortos. [Mateus 28.4]

Duas notícias contrárias começaram a circular em Jerusalém, três dias depois da morte de Jesus. O sábado havia terminado e o povo andava pela cidade e pelo campo para cumprir sua tarefa diária. Era o primeiro dia de mais uma semana.

As duas notícias tinham tudo a ver com a estranha remoção da pesada pedra da entrada do túmulo de José de Arimateia e com o desaparecimento do corpo de Jesus. Uma dizia que o Senhor não estava mais lá porque havia ressuscitado. Outra explicava o sumiço do corpo com uma acusação muito grave: aproveitando o cochilo dos soldados que montavam guarda no túmulo, os discípulos invadiram o local e roubaram o corpo de Jesus.

A cidade inteira ficou sem saber se acreditava na versão do clero judaico ou na versão dos apóstolos. O escândalo da corrupção religiosa e política, porém, não demorou a vir à tona. Os soldados haviam recebido uma grande soma de dinheiro dos sacerdotes para espalhar a falsa notícia do sequestro do corpo. Quem estava dizendo a verdade eram os discípulos do morto, que não estava mais morto!

— Deus me livre de me aproximar da mentira e ser vítima dela!

Retirado de Refeições Diárias com Jesus. Editora Ultimato.

Deixe seu Comentário »